Pages

Tenho dúvidas

Liberdade, essa palavra que o sonho humano alimenta
que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda
 Cecília Meireles

3 Comments:

Ricardo Aguieiras escreveu...

Ah, Cecília amada.... dona de, talvez, um dos poemas que melhor me define:
Motivo

Cecília Meireles

Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste :
sou poeta.

Irmão das coisas fugidias,
Não sinto gozo nem tormento.
Atravesso noites e dias
no vento.

Se desmorono ou se edifico,
se permaneço ou me desfaço,
– não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.

Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno a asa ritmada.
E um dia sei que estarei mudo:
– mais nada.

Beijo,
Ricardo Aguieiras
aguieiras2002@yahoo.com.br
http://aguieiras.wordpress.com/

Ricardo Aguieiras escreveu...

Ahhhh, querida, você me linkou aqui!!!! Obrigado!.... fiquei emocionado, agora, nessa sexta tão
gloomy Friday... ufa, thanks! foi a única alegria, hoje...
eu sou um net-burro, ainda não sei linkar, mas assim que aprender terei o maior prazer em colocar você lá...
ah, se tiver um tempo, leia o meu artigo que saiu na A CAPA, teve uma ótima repercussão lá, apesar do tema dolorido. O link é:
http://acapa.virgula.uol.com.br/site/noticia.asp?codigo=10332
Beijo
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br
http://aguieiras.wordpress.com/

Paula escreveu...

Oi Ricardo!

Também adoro Cecília, é engraçado como certas pessoas tem o dom de se perpetuar em certas áreas. Cecília com seu verbo, causa emoção a cada linha, e fica mais belo quando nos deixamos emocionar.
Como assim a única emoção? Olhe os versos de Cecília, aquilo sim é uma emoção verdadeira. Qualquer coisa depois tiro algumas dúvidas suas.
Vou ler o artigo e depois comento contigo.

Beijo =)

Related Posts with Thumbnails

Minha Lista de Blogs

Arquivo

Marcadores

Arte Homoerótica (46) Céu e Terra (68) Conceitos (359) Desabafo (82) Desejo (157) Gente (202) Lado Aninal (226) Nu e Cru (1226) Para você (206) Pop (160) Pré-História (26) Tecnologia (229) Verso e Prosa (279)