Pages

Prazer!

4 Comments:

RICARDO AGUIEIRAS escreveu...

Prazer.... ah, palavra que mete tanto medo, né? E como negamos o prazer!!!! Vamos ficando até com nossos corpos deformados, de tanto que rejeitamos o prazer...
Uma vez, num debate que eu assisti sobre drogas ( não entendam mal, estamos falando de prazer, aqui...não é apologia, rs) e sobre as políticas que estavam sendo implantadas em Santos, que foi a cidade pioneira em apoiar drogaditos na luta contra a aids, no Brasil, o palestrante falou uma coisa que me fez cair centenas de fichas de uma vez só: Ele disse que " a nossa sociedade não sabe lidar com o prazer. Então, encontra todas as formas e desculpas para condená-lo e castigar quem sente..."
Repare como um corpo que sente prazer fica mais alongado, feliz, seguro e relaxado.
Eu gostaria de viver num mundo onde eu pudesse fazer escolhas para o meu prazer, desde que não prejudicasse ninguém, além de eu mesmo , se for o caso.
Sabe a sorveteria Alaska, tradicional em Sampa, lá perto da rua Cubatão? Pois bem, ontem fui lá com um amigo meu que está passando férias aqui, ele mora em Londres. Tomamos um sorvete "modesto"... risos... só duas bolas com cobertura de chocolate... Estávamos eu, meu amigo e o namorado inglês dele e tínhamos passado um dia maravilhoso. O tempo estava ruim, chovendo e a sorveteria vazia, só nós... aí , chegou um japonês absolutamente só, com uma cara triste, solidão estampada no rosto. Ele pediu um sorvete enoooorme, mil coberturas, farofa doce e etc... O rosto dele brilhou tanto de felicidade quando oo sorvetão chegou, eu fiquei presenciando tudo isso em silêncio...
Ok, alguém vai falar que ele "usa a comida como compensação para sua solidão ou dor", etc. Pode até ser. Mas, eu pergunto:
E se essa "muleta" não existisse, não seria pior? E por que estamos sempre a julgar o próximo, com o nosso olhar, como se o prazer alheio nos incomodasse muito, algo insuportável de ver? O que nos incomoda mais, ver uma criança passando fome e cheirando cola pelas ruas ou ver alguém sentindo prazer, seja do jeito que for? nós, os invejosos....
Olha quanta reflexão você e seu blog lindão tem o poder de me provocar...
beijos da
Bicha reflexiva, não apenas passiva....kkkkkk

Paula escreveu...

Oi Ricardo!

Acho que essa é a intenção, provocar a reflexão. Adoro os sorvetes da Alaska, existe em Belém do Pará, uma sorveteria chamada Cairu, que produz sorvetes com sabores regionais, aquilo é o próprio paraíso em terra, o prazer levado às últimas consequências. São Paulo merecia uma filial dessa sorveteria.

Realmente não sabemos lidar com o prazer, parece que é feio sentí-lo, precisamos nos esconder para sentí-lo, nada mais é do que uma das prisõs que o mundo nos impõe.

Beijo =)

RICARDO AGUIEIRAS escreveu...

gosto muito de sua forma de pensar! Você já pensou no que a levou a ser assim?
beijos...
Ricardo

Paula escreveu...

Oi Ricardo!

Nem quero pensar mais ainda, pensar não traz alegria, só acaba trazendo sofrimento.

Beijo =)

Related Posts with Thumbnails

Minha Lista de Blogs

Arquivo

Marcadores

Arte Homoerótica (46) Céu e Terra (68) Conceitos (359) Desabafo (82) Desejo (157) Gente (202) Lado Aninal (226) Nu e Cru (1226) Para você (206) Pop (160) Pré-História (26) Tecnologia (229) Verso e Prosa (279)