Pages

Não dê importância a detalhes

Ser ou não ser...
É realmente importante?

6 Comments:

Runaway escreveu...

não! não é realmente importante, desde que haja sinceridade e integridade e todas as partes.

Ricardo Aguieiras escreveu...

Eu ainda acho que é! Depois que tivermos conquistados os 78 Direitos que nos são negados - segundo recente pesquisa e estudo do Grupo Leões do Norte-Pernambuco - a gente pode até se dar ao luxo de "não ser". Como vou reivindicar direitos, não sendo? As autoridades não te ouvem nem sendo, quanto mais não sendo....
Depois, nunca gostei de gente muito "fluída", é sutilidade demais para um burro empacado como eu.
Bicha velha e burra

Paula escreveu...

Oi Runaway!

Mas você conseguiria viver muito tempo com alguém tão diferente?

Beijo =)

Paula escreveu...

Oi Ricardo!

Mas não acha que a "fluidade" também é um direito a ser respeitado?

Beijo =)

RICARDO AGUIEIRAS escreveu...

Sim, pode ser... mas você gosta de sinceridade, não? eu não consigo ser amigo de pessoas que não se assumem, não apenas na questão da orientação sexual, mas em tudo. Temos muito pouco SER, hoje, trocado que foi pelo TER... e eu preciso de SER! Essa questão é provocadora e veio depois da "Teoria Queer", que teve origem nos anos '80 nos EUA. Por mais que eu ame e admire o Michael Foucault, sou brasileiro, latino e acho que por aqui as coisas são um tanto diferentes. Aqui, a prostituta se apaixona, o traficante se vicia, o cafetão tem ciúmes..." como disse Tim Maia, sabiamente. Depois, o Caetano falou que somos o avesso do avesso.
A questão é comigo mesmo, é um problema meu. Me parece que seria um passo posterior às conquistas, para depois questionar. Eu NUNCA tive o direito de ser gay, sempre me foi boicotado isso. Portanto, quero antes saborear esse direito para depois questionar, não posso questionar o que nunca tive.
O mundo não é tão "fluído" assim, somos constantemente cobrados em tudo. O que tenho medo nessa nova onda é que favoreça o enrustimento. E acho estranho, também, a negação de "rótulos" pelas pessoas: ou seja, para mim e perante mim, elas não gostam é de rótulos que carregam algum preconceito ou estigma, como o de "gay"; "lésbica"; "homossexual"; "bicha", mas aceitam todos os outros rótulos "positivos, tipo "bonito"; "inteligente"; "competente" e etc. etc. etc.
enfim, assunto pra muita polêmica, mas foi legal você ter iniciado.
Beijos da
Bicha Radical Pé No Chão

Paula escreveu...

Oi Ricardo!

Achei interessante a questão sim, vou refletir mais sobre ela.

Beijo =)

Related Posts with Thumbnails

Arquivo

Marcadores

Arte Homoerótica (46) Céu e Terra (68) Conceitos (359) Desabafo (82) Desejo (157) Gente (202) Lado Aninal (226) Nu e Cru (1226) Para você (206) Pop (160) Pré-História (26) Tecnologia (229) Verso e Prosa (279)